Loading...

Tradutor

Acerca de mim

A minha foto
Eu sou sol de primavera Sou haste dum casto lirío Sou flor bela Sou fio de ouro em mil divinos raios luminosos. Sou a fada de Vênus... Aquela que passa e te leva a alma e o sentindo Sou doce brisa... perfume...Leve... De amor...sou gota suave Sou borboleta cor-de- rosa sobre a neve estendida Sou a princesa dos meus contos.... Sou flor-de-lis luisa a poetisa. Sou anjo criança mãos de jasmim Sou a fada de Vênus.... deusa das flores Tenho todos os meus amores cativos num meu jardim Pois as asas de Eros nasceram para abraçar a mim...! Poema Luisa Drummond

MEU BLOG DE ARTES

MEU BLOG DE ARTES
ACESSE

Número total de visualizações de página

Corretor ortografico

sexta-feira, 11 de julho de 2008

DISTANCIA




Distancia


Á LIS
foram as lágrimas.
As lágrimas de saudades,
Dos amores de nossos antepassados,
Foram estes prantos derramados...
Que formou este imenso mar de sal...
Entre Brasil e Portugal...
Oh! distancia...
Tu fere-me na alma com um punhal.
Amor espera-me...
Pois não ei de tardar,
Já estou a adormecer
Estou indo!
Já sinto minha alma florescer.
Estou voando...no luar.
Voando para junto de ti...
Estou indo! Indo! Amor...
Nas asas do meu sonhar.
Oh! Amor meus pés já estas a pisar,
No campo do trigal.
Que doce fragrância estou a respirar
Já estou a sentir o perfume,
O perfume do Tejo o perfume de Portugal.
Oh!Lis afaga-me...
beija-me...
abraça-me...
Prenda-me em ti...
Lís não deixe-me partir...

Não quero despertar...
Amor faça-me ficar!
Prenda-me em teus braços
Lís quebre-as minhas asas de cristal,
Pois quero ficar em teus braços.
Envolta em teus braços Meu Príncipe,
Nos braços do Tejo...
Nos braços de Portugal.

Domingo, 21 de Outubro de 2007
poema luisa drummond

Sem comentários: